Controle de pragas

Controle de escorpião

Controle de escorpiões

O Controle de Escorpiões (dedetização contra escorpiões) é um serviço que envolve dois procedimentos simultâneos; a aplicação de produtos químicos específicos no ambiente infestado, serviço realizado pela empresa especializada DDFLY, e as medidas preventivas do ambiente a ser realizada

pelo responsável do imóvel.

Desratização conrole de roedores

Controle de roedores

A desratização consiste na eliminação de colônias de roedores e na prevenção de futuras infestações, um tratamento implementado com a técnica adequada previne a colonização do ambiente por estas terríveis pragas.

O sucesso do controle também depende da identificação da espécie que infesta o local, os ratos possuem hábitos diferentes. Assim como as medidas preventivas contribuem para que o ambiente fique livre dos ratos.

Controle de Morcegos

Controle e manejo de morcegos

O serviço de manejo de morcegos, é a associação de um conjunto de medidas estratégicas específicas para a descaracterização do ambiente

em que os mamíferos se instalaram e nidificam.

DDFLY controle de mosca

Controle de Moscas

Possuem incrível capacidade de reprodução (cerca de 30 gerações num só ano) torna a mosca doméstica uma das pragas mais importantes nos centros urbanos e também na zona rural. A mosca adulta tem excelente visão e um olfato apenas razoável; alimenta-se de praticamente todos os tipos de alimentos, embora busque basicamente carboidratos e açúcares (a fêmea requer proteínas para maturar seus ovos). Seu aparelho bucal é do tipo lambedor-sugador, e por isso só pode ingerir alimentos líquidos ou pastosos. Ótima voadora, a mosca desloca-se a velocidades em torno de 6 a 8 km/h e pode atingir de 1 a 5 km de distância de seu nascedouro, embora a maioria delas procure permanecer nas imediações (100 a 500 metros). Inseto de hábitos diurnos descansa à noite pousando nas paredes, nos tetos e mesmo nos pisos (superfícies horizontais); demonstra clara preferência para pousar sobre corpos cilíndricos (horizontais ou verticais), tais como fios elétricos, arames, canos, quinas arredondadas de paredes, etc. Evita correntes de vento e demonstra marcada atração durante o dia pelas cores amarelo e vermelha, especialmente quando combinadas (a cor das feridas dos animais). Á noite e em dias mais quentes é mais atraída pelas cores azuladas e ultravioleta.

DDFLY controle de cupins

Controle de Cupins

Os cupins apresentam desenvolvimento incompleto, compreendendo as fases de ovo, ninfa e adulto. As ninfas sofrem ecdises até chegarem à forma adulta. É durante essa fase de desenvolvimento que será definida a “finalidade” da ninfa, ou seja, se transformarão em operários, soldados, reprodutores alados ou de reposição, de acordo com a necessidade da colônia. No último estágio, as ninfas podem desempenhar as funções dos operários.

Os indivíduos são distribuídos em castas com diferentes morfologias, são adaptados ao trabalho que desempenham e vivem em ninhos, que podem ser construídos em diversos lugares. Existem, basicamente, 3 castas de indivíduos:

Alados – destinados à reprodução e responsáveis pela formação de novas colônias. Em cada colônia há o casal real (reprodutores), a fêmea é a rainha, que sofre fisogastria e é responsável pela ovoposição, e o rei, que permanece junto à rainha, tem função de fecundá-la periodicamente. Em caso de morte ou doença de um dos reprodutores, os mesmos são substituídos pelos reprodutores de substituição;

Soldados – responsáveis pela guarda do ninho e proteção dos demais indivíduos da colônia;

Operários – casta mais numerosa da colônia e composta por indivíduos ápteros e estéreis, são responsáveis por todas as funções rotineiras da colônia, como obtenção de alimento, construção, reparo, expansão, limpeza do ninho, etc.